Home > O 4º BPE > Histórico
 

  Histórico
 

O 4º Batalhão de Polícia do Exército é um dos seis Batalhões de Polícia do Exército Brasileiro e o único situado no Norte-Nordeste. Teve seu embrião no Pelotão de Polícia, criado em 18 de fevereiro de 1950, em consequência das experiências na II Guerra Mundial. O Pelotão era subordinado ao então Comando Militar do Norte e 7ª Região Militar e não possuía sede própria, sendo seus integrantes alojados, inicialmente, em uma das dependências do Quartel-General no Parque Treze de Maio, hoje Hospital Militar da Guarnição do Recife.

Em 23 de setembro de 1952, foi elevado a Núcleo de Companhia, conforme Boletim Especial Nr 10, da 7ª RM – 7ª DE, de 27 de dezembro. No dia 31 de julho de 1954, o Núcleo de Companhia, consoante o aviso Nr 502-DI-H, publicado no BI Nr 187, de 21 de agosto 1954, da Zona Militar Norte (IV Exército) adquiria autonomia administrativa a contar de 1º de agosto de 1954.

A Portaria Nr 231, de 17 de dezembro de 1956, eleva o referido Pelotão a Companhia, a contar de 1º de janeiro de 1957, recebendo a denominação de 7ª Companhia de Polícia do Exército e ocupando um dos galpões do então Depósito Regional de Subsistência, hoje 7º Depósito de Suprimentos, no bairro do Cabanga, em Recife.

No dia 21 de agosto de 1969, por meio do Decreto Nr 65.034, foi criado o 4º Batalhão de Polícia do Exército, vindo a ocupar as instalações da extinta 1ª Bateria do 3º Grupo de Artilharia de Costa Motorizado, em Olinda, em 1º de julho de 1970, conforme ordem verbal do Exmo Sr General Comandante do IV Exército.

Lá, durante os trinta e três anos em que permaneceu, teve participação ativa nos diversos acontecimentos em apoio à população local, especialmente os fatos relacionados à Defesa Civil e às ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Em 1996 o 4º Batalhão de Polícia do Exército recebeu a denominação histórica de "BATALHÃO JOÃO FERNANDES VIEIRA" em homenagem ao herói da resistência ao jugo holandês na primeira e na segunda Batalha dos Guararapes, em 1648 e 1649, liderando violenta perseguição até a derrota final dos holandeses.

A construção do novo aquartelamento do 4º BPE foi iniciada em 20 de setembro de 1999, no km 06 da Rodovia BR-232, no bairro do Curado-Recife. Terminada a construção, iniciou-se a mudança do Batalhão em 10 de março de 2003, vindo a inaugurar suas atuais instalações em 04 de abril do mesmo ano.

A par do excelente desempenho demonstrado pelas tropas e pelos observadores brasileiros em missões no exterior, o Exército tem participado de exercícios conjuntos com outros países, chamados Exercícios de Manutenção da Paz. Desde 1995, o 4º BPE tem se destacado representando o Exército e o Brasil nesse tipo de missão.

No ano de 1995, um Pelotão de Polícia do Exército, composto de 21 militares, integrou o Batalhão Angola (UNAVEM). Em 2001, o Batalhão preparou e enviou ao Timor Leste, uma ilha localizada a cerca de 25.000 quilômetros do Brasil que fica no continente asiático entre a Indonésia e a Austrália, um grupamento composto por 69 militares para integrar a Força de Paz coordenada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Foi a quinta tropa brasileira enviada àquele país, o V CONTBRAS.

Em 2003, o 4º BPE enviou 49 homens para terras timorenses, o X CONTBRAS, cumprindo missão semelhante a do grupamento anterior. Já em 2006, 29 Policiais do Exército rumaram para a América Central, onde integraram o 5º Contingente da Missão para Estabilização do Haiti (MINUSTAH) e em 2008, o 10º Contingente, com 33 militares. Em 2007, foi designado um Subtenente para a colaboração de intrução com a Polícia Militar do Exército do Timor Leste. Em 2008, foi designado um Sargento para a segurança da Embaixada Brasileira do Congo e um Capitão para a Embaixada Brasileira da Costa do Marfim. Em 2011, um efetivo de 36 militares compôs o 1º Batalhão do 14º Contingente - BRABATT 1/14.

O 4º Batalhão de Polícia do Exército é atualmente comandado pelo Coronel de Infantaria Ricardo Pereira de Araujo Bezerra e compõe-se de um Estado-Maior, uma Companhia de Comando e Serviços, uma Companhia de Escolta e Guarda, duas Companhias de Polícia do Exército e uma Subunidade Escolar, contando com cerca de 950 militares.

Hoje, o 4º Batalhão de Polícia do Exército é a décima Unidade que integra o Complexo Militar do Curado (CMC), estando mais próximo do Grande Comando ao qual está diretamente subordinado, o Comando Militar do Nordeste (CMNE).

Por ocasião da comemoração do sexagésimo aniversário do Batalhão, faz-se necessário relembrar algumas palavras do Comandante durante a solenidade oficial de aniversário:

“Rendemos nossa homenagem ao Batalhão ao recordar sua evolução histórica, ao destacar as atividades que desenvolve e ao enaltecer e agradecer o trabalho de todos - ex e atuais integrantes - que, no passado e no presente, contribuíram e contribuem para que o 4º BPE seja um referencial no âmbito do CMNE.

Aos que já serviram, aos que aqui servem e aos que haverão de servir numa Unidade de Polícia do Exército, a certeza de que ostentar o Braçal PE significa o símbolo maior da responsabilidade de cumprir e fazer cumprir as normas e os regulamentos, com presteza, eficiência, firmeza, educação, coragem e disciplina.

Somos e continuaremos a ser ‘Tropa de Elite’ pela crença de que nossa presença significa disciplina e respeito em toda a área do Comando Militar do Nordeste, pois somos as Sentinelas do Moral e da Tradição.”

 

 
 
   
 
 
© Copyright© 2013 | 4° Batalhão de Polícia do Exército | Todos os Direitos Reservados | Localização: Rodovia BR 232, Km 06, Curado, Recife-PE | Fone: (81) 2129-6054 | Site Desenvolvido pela Seção de Relações Públicas| Autorizado para publicação, conforme publicação contida no B.I Nr 172, de 17 de setembro de 2003, do CMNE.